eu tentei entender.

Por vezes fico a pensar no amor que nutro por seres humanos, até seres vivos não humanos. Especialmente por um ser em particular e por mais voltas que dê na minha cabeça, por mais nós que resolva, encontro sempre outro nó que não me deixa chegar à raiz do mistério. Eles dizem que pertencemos um ao outro. Que nos amamos. Mas porquê tantos nós no nosso amor e na nossa felicidade? Magoa. A mim, a ti e aos outros. Muitos dizem que o tempo vai curar tudo e basta ser paciente e amar. Mas sempre que nos reencontramos e o tempo pára e os nós desaparecem, o coração acalma-se e a alma e o corpo sentem-se seguros. Por momentos não existe tempo, não existe paciência. Apenas amor. Nós pertenceríamos um ao outro se fóssemos as únicas pessoas no nosso planeta. Tudo ao nosso redor complica-se, entrenha-se, primeiro pelos poros na pele, seguindo-se pelas veias e artérias dos nossos corpos até se implantar nos nosso ossos. Repetimos vezes sem conta "a nossa altura há-de chegar, o momento certo virá" e ao longo que o tempo passa, essa altura nunca chega. Já tentámos seguir em frente e fracassámos. Pergunto-me quantas vezes teremos de fracassar para finalmente prosperar. Quantos mais feridas e pisaduras é que os nossos ossos aguentam? O coração vai-se aguentando, não quebra. Estica-se e volta a encolher. Mas dói e deixa-me com dores de cabeça. Demasiadas dores. Eu tento e por mais paciência que tenha, por mais tempo que dê, sinto cada vez mais que não vai ser o amor que vai desembaraçar todos os nós ou pelo menos os suficientes para sermos felizes. Juntos ou não, o amor só não nos fará felizes.

3 comentários:

camila disse...

Entendo isto tão bem, esperar por dias melhores que nunca chegam :/

elisa azevedo disse...

laurinha melhor texto que já li teu. "Muitos dizem que o tempo vai curar tudo e basta ser paciente e amar. Mas sempre que nos reencontramos e o tempo pára e os nós desaparecem, o coração acalma-se e a alma e o corpo sentem-se seguros. Por momentos não existe tempo, não existe paciência. Apenas amor. Nós pertenceríamos um ao outro se fóssemos as únicas pessoas no nosso planeta." lindo lindo lindo. espero que estejas calminha e bonita, gosto muito de ti

camila disse...

same here. mas é desesperante ver que nunca mais chega..